Monumento Natural Estadual Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas – MG

O Monumento Natural Estadual Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas, é considerada uma das 50 maiores cavernas de Minas Gerais, com quatro salões cujas pinturas rupestres, datam de seis mil anos.

Depois de passar pela Gruta da Lapinha e pela Gruta de Maquiné, o Blog Pelas Estradas de Minas foi conhecer a Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas, completando a Rota das Grutas Peter Lund.

Localizada a apenas 70 km da capital mineira Belo Horizonte (em torno de 1h de carro), é uma excelente opção de turismo na região. Confira algumas dicas e informações do Blog Pelas Estradas de Minas para quem deseja visitar o Monumento.

Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas – MG

Monumento Natural Estadual Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas – MG

Criada em 25 de agosto 2009, o Monumento Natural Estadual Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas é uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, que tem como principal objetivo proteger o sítio histórico da gruta, assim como seus ecossistemas cársticos, além de sua flora e fauna, visando valorizar os patrimônios espeleológico, arqueológico e paleontológico.

A gruta possui formações de estalagmite e estalactite raras em todo o mundo, e faz parte do complexo Rota das Grutas Peter Lund, que conta também com a Gruta do Maquiné, em Cordisburgo e a Gruta da Lapinha, em Lagoa Santa.

A gestão da unidade é realizada pelo Instituto Estadual de FlorestasIEF, e além da gruta, a estrutura do Monumento conta com um Receptivo Turístico, banheiros, auditório com 114 lugares, sala de exposições e um amplo estacionamento.

Considerada pela Sociedade Brasileira de Espeleologia, como uma das 50 maiores cavernas de Minas Gerais, o Monumento tem 998 metros de extensão, sendo 220 metros abertos à visitação pública, através de passarelas e escadarias.

Com desnível que chega aos 31 metros, a gruta possui quatro salões cujas pinturas rupestres, datam de seis mil anos.

Como é Realizado o Passeio na Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas

Ao chegar no monumento, os visitantes devem dirigir à bilheteria para adquirir os ingressos e receber informações sobre a visita.

Em seguida os visitantes são direcionados à área de receptivo onde há uma exposição de Arte Rupestre, e onde os grupos de visitantes são reunidos para iniciar a visita à gruta.

Gruta Rei do Mato – Estacionamento

Gruta Rei do Mato – Bilheteria

Gruta Rei do Mato – Área de Receptivo

Gruta Rei do Mato – Exposição de Arte Rupestre

A visita inicia por uma caminhada pela trilha de acesso à gruta, passando primeiramente para Grutinha, uma pequena formação, que servia de abrigo para os habitantes da região.

Neste local foram encontradas soterradas, ferramentas indígenas petrificadas, em perfeito estado de conservação.

Na Grutinha, os visitantes podem apreciar algumas pinturas rupestres, feitas com sangue e gordura vegetal. Além de uma réplica, em resina, do Xenorhinotherium bahiensis, animal herbívoro que habitou Minas Gerais, Bahia e sul de São Paulo, há cerca de seis mil anos.

Trilha de acesso a Gruta Rei do Mato

Grutinha Rei do Mato

Grutinha Rei do Mato – Pinturas Rupestres

O passeio segue sentido à entrada da Gruta Rei do Mato, onde o guia passa as últimas informações e instruções para visitação das galerias da gruta.

Os visitantes são guiados pelas passarelas e escadarias descendo pelas 4 galerias da Gruta.

Durante o trajeto, o guia faz uma parada em cada uma das galerias para passar informações e curiosidades, além de permitir que os visitantes façam fotos.

O passeio pela gruta dura em torno de uma hora.

Interior da Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas – MG

Interior da Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas – MG

Interior da Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas – MG

Interior da Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas – MG

Preço para Visitação à Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas

Para visitação à Gruta Rei do Mato é cobrado uma taxa de R$ 15,00 (quinze reais), sendo que estudantes e idosos acima dos 60 anos pagam meia entrada (R$ 7,50).

O valor cobrado para ingresso é atribuído por portaria do Instituto Estadual de Floresta, e o ingresso é vendido na bilheteria da gruta.

Para visitação em grupos, o ideal é entrar em contato e realizar um agendamento.

Os valores acima são de outubro de 2017.

Algumas Informações sobre a Visitação à Gruta Rei do Mato

Endereço: Rodovia BR-040, Km 472, s/nº – Sete Lagoas – MG

Horário de Funcionamento: 08:00 ás 17:00h

Visitação a Gruta: 09:00 ás 16:00h

Telefone para Contato: (31) 3775-2695

E-mail: mnegreidomato@meioambiente.mg.gov.br

Algumas Regras de Visitação:

É Obrigatório:

  • Calçados fechados ;
  • Ingresso pago;
  • Idade mínima de 06 (seis) anos;
  • Manter-se nas trilhas e não usar atalhos;
  • Manter-se junto ao grupo;
  • Respeitar as normas e sinalização;
  • Seguir as orientações do condutor;
  • Entrada Máxima de 20 pessoas por grupo;

É Proibido:

  • Tocar nos espeleotemas;
  • Alimentar animais silvestres;
  • Alimentar-se nas trilhas e no interior das Grutas;
  • Entrada de animais domésticos;
  • Gravar, pintar, escrever ou pichar nas pedras, grutas ou árvores;
  • Jogar ou deixar lixo fora das lixeiras;
  • Fumar nas dependências do receptivo e no interior da gruta;
  • Usar buzinas, som automotivo, amplificadores e outras formas de ruídos excessivos;

Entrada do Monumento Natural Estadual Gruta Rei do Mato

Como chegar à Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas – MG

Saindo da capital Belo Horizonte, basta pegar a Rodovia BR-040 sentido a Brasília, até o Km 472 em Sete Lagoas – MG.

Na rodovia há cobrança de pedágio pela Via 040, no valor de R$ 5,30 para carros.

Sugerimos um pouco de atenção nas placas e entradas ao chegar o trevo, pois a gruta está ao lado esquerdo, e é necessário pegar o acesso para atravessar a rodovia.

Outras Opções de Turismo em Sete Lagoas

Para quem vai a Sete Lagoas conhecer a Gruta Rei do Mato, poderá aproveitar para apreciar outras atrações turísticas da cidade:

  • Museu Ferroviário: A antiga Estação Ferroviária de Sete Lagoas, abriga hoje o Museu que preserva, através do seu acervo, parte significativa da memória ferroviária da cidade.
  • Serra Santa Helena: Localizada a 7 quilômetros do centro, proporciona uma bela vista da cidade e possui uma pista de decolagem para voos de parapente. No alto da serra os visitantes também podem apreciar a bela Igrejinha da Serra e o Parque da Cascata.
  • Lagoa Paulino: Localizada no centro da cidade, possui diversos bares e restaurantes em sua orla, com passeio de pedalinho para adultos e crianças, além de feirinha nas noites de sexta e sábado.
  • Lagoa Boa Vista: Uma das mais visitadas da cidade, tem uma estrutura na sua orla com palcos, pista de bicicross, skate e campo de futebol, além de restaurantes, trailers e sorveterias.

Vem com a Gente #PelasEstradasDeMinas !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *