7 Atrações Turísticas para Curtir na Pampulha em Belo Horizonte

Uma referência da Arquitetura Moderna Brasileira, o Conjunto Arquitetônico da Pampulha foi projetado por Oscar Niemeyer e idealizado pelo prefeito de Belo Horizonte na década de 40, Juscelino Kubitschek.

Reconhecido como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) em julho de 2016, o Conjunto Arquitetônico da Pampulha é composto pelas obras do conceituado arquiteto brasileiro, por áreas de lazer e por belas paisagens às margens da lagoa.

O conjunto é um dos principais pontos turísticos de BH e nós listamos as 7 principais atrações turísticas na região da Pampulha que, não podem faltar no roteiro de quem passa pela capital mineira, confira…

1 – Lagoa da Pampulha

A Lagoa da Pampulha, foi um pedido do prefeito Juscelino Kubitschek a Niemeyer, com o objetivo de oferecer à população de Belo Horizonte um espaço para a prática de esportes náuticos.

Hoje a Lagoa da Pampulha faz parte do Conjunto Arquitetônico, com os principais pontos turísticos da cidade ao seu entorno, como a Casa do Baile, a Igreja de São Francisco e o Museu de arte da Pampulha.

Vista da Lagoa da Pampulha em BH

Além da bela paisagem, a lagoa tornou um ponto de lazer para os visitantes e moradores. A orla da lagoa dispõem ao longo dos 18 quilômetros de extensão, pistas para corridas, caminhadas e passeio de bicicletas, tornando uma referência na prática de esportes, sediando eventos esportivos a nível internacional como a Volta Internacional da Pampulha.

No entorno da lagoa há pontos de locação de bicicletas do projeto Bike BH do Itaú, assim como empresas que alugam bicicletas, como a  Bike Mania que alugam bicicletas e triciclos, ideal para um divertido passeio com a família.

Bicicleta do projeto Bike BH do Itaú

Mais informações:

2 – Igreja São Francisco de Assis

Um dos principais pontos turísticos de Belo Horizonte, a Igreja São Francisco de Assis, também conhecida como Igreja da Pampulha, foi inaugurada em 1959 e é a principal obra-prima do Conjunto Arquitetônico.

Além de projetada por Oscar Niemeyer, a igreja abriga em seu interior a Via-Sacra, composta por quatorze painéis de Cândido Portinari, que também assina os painéis externos. Os jardins são assinados por Burle Marx e os baixos-relevos em bronze foram esculpidos por Alfredo Ceschiatti.

Missas são celebradas na igreja às terças-feiras, às 20h e aos domingos, missa às 10h, com entrada franca.

Clique nas imagens para ampliar
Horário de Funcionamento para visitação: segunda a sábado e feriados das 8h às 17h, e aos domingos das 8h às 14h.
Endereço: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 3000 – Pampulha
Telefone: 31 3427-1644

3 – Zoológico Municipal de Belo Horizonte

O Zoológico de Belo Horizonte, também está localizado na região da Pampulha e é administrado pela Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte, que além do Jardim Zoológico, também é responsável pelo Jardim Botânico, Aquário da Bacia do Rio São Francisco e o Parque Ecológico da Pampulha, que recebem cerca de 1 milhão de visitantes por ano.

No zoológico os visitantes encontram cerca de 3000 animais de mais de 250 espécies entre répteis, aves, anfíbios e mamíferos, além de uma ampla área verde e gramados ideais para um piquenique com amigos e familiares.

No espaço os visitantes também podem visitar o Jardim Botânico, o belo Jardim Japonês e o Aquário da Bacia do Rio São Francisco. O ideal é reservar um dia inteiro para o passeio e chegar cedo para conhecer todas as atrações. Na área do zoológico os visitantes contam com restaurantes, lanchonetes e banheiros.

O funcionamento é de terça a domingo das 8h30 às 16h, e o ingresso custa R$4,00 de terça a sexta, R$ 5,00 aos sábados e R$ 8,00 aos domingos. É permitido entrar de carro mediante ao pagamento de uma taxa de 10,00. Recomendamos, pois facilita a locomoção dentro do espaço. (Valores de junho de 2016)

Clique nas imagens para ampliar

 

Mais informações acesse: www.pbh.gov.br/fundacaozoobotanica/

Endereço: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 8000 – Pampulha
Telefone: 31 3277-8489

4 – Casa do Baile

Localizada em uma pequena ilha artificial e ligada por uma ponte à orla da lagoa da Pampulha, a Casa do Baile foi inaugurada em 1943 para funcionar como um centro de reuniões populares com um salão de dança popular, onde abrigava um pequeno restaurante, um salão com mesas, pista de dança, cozinhas e toaletes.

Reaberta em 2002 como o Centro de Referência de Urbanismo, Arquitetura e do Design, a Casa do Baile faz parte do Conjunto Arquitetônico da Pampulha projetada por Oscar Niemeyer, e atualmente recebe exposições temporárias, e divulga publicações, desenvolve seminários, encontros e eventos relacionados às áreas pertinentes à Casa.

Vista da Casa do Baile na Lagoa da Pampulha em BH

Funcionamento da Casa do Baile: às terças, quartas, sextas-feiras, sábados e aos domingos: de 9h às 18h, e às quintas-feiras: de 9h às 21h. 

Endereço: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 751 – Pampulha
Telefone: 31 3277-7443
Site: http://www.pbh.gov.br/cultura
E-mail: cb.fmc@pbh.gov.br

5 –  Museu de arte da Pampulha

Primeiro prédio do Conjunto Moderno da Pampulha a ser construído, o prédio de 1943 foi construído para abrigar um cassino, o que mudou a vida noturna de Belo Horizonte. Apesar do sucesso e de atrair jogadores de todo o Brasil, o Cassino da Pampulha teve vida curta, fechando as portas em abril de 1946 quando os jogos foram proibidos no Brasil.

Em 1957, o espaço passou a funcionar como museu quando era conhecido como Palácio de Cristal. Com um acervo de cerca de 1400 obras, o museu conta com mostras de Arte Contemporânea brasileira, com obras de diversos artistas como:  Oswaldo Goeldi, Fayga Ostrower, Anna Letycia, Di Cavalcanti, Livio Abramo, Bruno Giorgi, Ceschiatti, Antonio Dias, Frans Krajcberg, Ado Malagoli, Iberê Camargo, Tomie Ohtake, Ivan Serpa, Milton Dacosta, Alfredo Volpi, Franz Weissmann, entre outros.

Em 1996 o prédio passou por reformas e desde então possuem em suas instalações biblioteca, loja de souvenirs, café e salas de multimídia.

Museu de arte da Pampulha em Belo Horizonte

Horário de Funcionamento: Terça a domingo das 9h às 17h.

Endereço: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16585 – Pampulha
Telefone: 31 3277-7946 | 31 3277-7996
Site: http://www.pbh.gov.br/cultura
E-mail: map.fmc@pbh.gov.br

6 – Mineirão e Mineirinho

Conhecido como o Gigante da Pampulha, o estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão, é um dos maiores palcos do futebol brasileiro com jogos dos grandes clubes da capital mineira (América, Atlético-MG e Cruzeiro) e até mesmo da Seleção Brasileira. O estádio foi um dos palcos da Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

Estádio Governador Magalhães Pinto – Mineirão

Além de partidas de futebol os visitantes podem realizar visitas ao estádio e ao Museu Brasileiro do Futebol. As visitas são realizadas de terça a sexta feira, de 9h às 17h e sábado e domingo, de 9h às 13h. Horário sujeito a alteração devido a jogos e eventos no estádio. O valor é de R14,00 (7,00 meia) para visita completa.

Na Esplanada do Mineirão, os visitantes encontram uma área construída de 80 mil m² com espaço para a prática de esportes como skate, patins, corridas e caminhadas. A área também é usada para shows, festas e eventos.

Ao lado do estádio está o ginásio poliesportivo Estádio Jornalista Felippe Drummond, mais conhecido como Mineirinho. Palco de grandes eventos esportivos como jogos de vôlei, futsal e basquete, e de shows e diversos eventos. Ao lado do ginásio ocorre a tradicional feira do Mineirinho, às quintas de 17 às 22 horas e aos domingos de 08 às 17 horas. A feira conta com cerca de 400 expositores, e uma área com cerca de 25 lanchonetes e apresentações, ideal para reunir os amigos para uma cerveja gelada e um tradicional feijão tropeiro.

Endereço: Avenida Antônio Abrahão Caram, 1001 – São Luís
Telefone: 31 3499-4300

Mais Informações:

Estádio Governador Magalhães – Mineirão e Ginásio do Mineirinho

7 – Parque Ecológico da Pampulha

Localizado na Ilha da Ressaca, na orla da Lagoa da Pampulha, o Parque Ecológico Promotor Francisco Lins do Rego, mais conhecido como Parque Ecológico da Pampulha, oferece aos visitantes um amplo espaço de lazer, para prática de esportes ou descanso.

A área do parque é dividida em três partes, sendo um espaço reservado para a visitação pública, outra para passeios monitorados e uma área restrita de reserva florestal. A área de acesso público, os visitantes podem praticar esportes nos gramados, andar de bicicleta, fazer caminhadas, soltar pipas, reunir com amigos e familiares para um piquenique. Além das plantas e árvores, os visitantes também podem encontrar alguns animais como pássaros, micos e capivaras às margens da lagoa.

Parque Ecológico da Pampulha

No parque os visitantes encontram aparelhos para ginástica, pista para caminhada, bicicletário, lanchonete, banheiros e fraldários. Outra atração do parque é o Memorial da Imigração Japonesa, construído para celebrar os 100 anos da imigração japonesa no Brasil.

Endereço: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 6061 (Marco Zero)
Telefone: 31 3277-7439
Site: http://www.pbh.gov.br/fundacaozoobotanica
Horário de Funcionamento: 3ª a dom. (inclusive feriados)

Uma Boa Viagem #PelasEstradasDeMinas !!!

Comentários em: “7 Atrações Turísticas para Curtir na Pampulha em Belo Horizonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *